Ponderações, praticando o desapego, saudade, saudade de quem eu era

Saudade de você

O encanto já foi embora, a relação acabou, mas você teima em ficar ali naquele mesmo lugar. Difícil quem não tenha passado por isso pelo menos uma vez: ficar apegado, não a um objeto ou a uma pessoa, ou lugar, mas a um sentimento. Você gostava dele, fazia planos, sorria à toa e de repente acabou, então você fica triste, deprê, morrendo de saudade… Demora um pouco e finalmente você saca que não é o outro que te faz falta, na verdade quem te faz falta é você, o que faz falta mesmo de verdade é você se sentindo feliz, alegre, contente, é você fazendo os planos, querendo, desejando. Percebido isso é preciso começar então um exercício de desapego, que consiste em relaxar e deixar aquela história ir embora, se concentrar mais em você e perceber que aquela alegria toda, aquela felicidade sentida vive na verdade dentro de você, ela está ali o tempo todo e não depende de nada nem de ninguém.

 

Acho que você gostaria de ler também...

2 Comments

  1. Vanda

    04/11/2012 at 17:49

    Concordo com isso, srta Holly. A companhia do eu comigo pode nos deixar muito feliz. Basta sabermos direcionar o alvo.Eu saio muito comigo e fazemos ótimos programas, ficamos em casa largadas no sofá lendo ou vendo tv. Gostamos das mesmas coisas, temos o mesmo paladar, o sono na mesma hora. Enfim eu sou minha melhor amiga.

    1. Senhorita Holly

      04/11/2012 at 21:52

      isso Srta Vanda, tb aprecio muito minha companhia. As pessoas demoram a descobrir que só sendo boa cia para si mesma é que um dia poderá ser para outras pessoas tb!! 😉

Deixe seu comentário