Ponderações, Sem categoria

Menos é mais

Sou formiga desde pequena, amo todo e qualquer tipo de doce, não consigo imaginar nenhunzinho que eu não goste. Brigadeiro, quindim, pudim, doce de jaca, arroz doce, trufa, camafeu, doce de leite, profiteroles, canjica, pastel de belém….essa é uma lista que definitivamente não tem fim e é a mais eclética do universo!

Mas quando estou naqueles dias que preciso de um doce e não consigo saber qual escolher é um bolo simples, sem recheio, nem cobertura que me faz muito feliz. Acredito que tem a ver com o que sempre falo aqui sobre memória afetiva, pois quando pequena adorava ir a casa da minha avó e pedir bolo de nada. O bolo de nada da minha avó era simplesmente uma massa tipo pão de ló, que ela acrescentava uma xícara de suco de laranja, natural, bien sûre. Quando aquele cheiro começava a sair do forno a cozinha se tornava o lugar mais disputado da casa.

Aquela história que bolo quente dar dor de barriga nunca foi suficiente para me fazer desistir de comer uma grande fatia de bolo com uma xícara de café com leite. Quem nunca experimentou isso não sabe o qual é o gosto da felicidade!

Infelizmente não tenho mais minha avó pra me fazer bolo de nada e não sou uma boleira de respeito então, dia desses, qual não foi minha alegria ao descobrir que há alguns lojas especializados em bolos comuns, tem de fubá, banana, laranja, limão, formigueiro. Que delicia saber que os bolos despretensiosos fazem sucesso por aí, menos é sempre mais, simples assim!

Bolo à Toa

Crazy for Cakes

 

Acho que você gostaria de ler também...

1 Comment

  1. Giovana

    21/11/2012 at 19:43

    Quero um pedaço agora!!!!

Deixe seu comentário