Yearly Archives:

2012

Deixa o passado no passado

  Ponderações, Sem categoria

Deixa o passado no passado

Nosso passado faz parte de quem somos, não tenho dúvida disso, mas não temos necessidade de carregá-lo pela vida toda, acho que devemos deixa-lo onde lhe é de direito – no passado! Impossível negar que as vezes as delícias do passado nos fazem sorrir e suspirar, mas o reverso da moeda é que complica a vida, são os erros, os enganos, os medos, que só fazem travar o presente. Se erramos no passado, foi lá no passado, acabou, passou, terminou, o que conta de verdade é o que fazemos agora, quem somos agora e esse é o grande barato da vida, nós  ...
Mentirinha, mentira, mentirona…

  Ponderações, Sem categoria

Mentirinha, mentira, mentirona…

Dizer que NUNCA se pode mentir já é uma mentira por si só. Tem mentira que salva sua pele e não faz mal à ninguém, imagina se a namorada pergunta para o namorado: tô gorda? e ele resolve num ato magnânimo dizer a verdade…tá morto! A resposta correta é sempre: não, meu amor, claro que não, independente do peso da rapariga. A moça vai a casa da sogra almoçar e a sogra pergunta: tá gostando? e ela resolve ser honesta sobre aquela gororoba… não pode! São as famosas mentirinhas brancas, que não comprometem nada nem ninguém, a melhor frase que  ...
O velho duelo…

  Ponderações, Sem categoria

O velho duelo…

Decisões já são difíceis e sofridas por si só, mas elas podem ainda ficar mais complicadas…basta você querer decidir se aquela decisão deve ser racional ou emocional…confuso, né? mas as vezes acontece, você em meio ao caos de uma dúvida cruel, ainda resolve  pensar  se deve seguir o que sua emoção está gritando na sua orelha ou acompanhar o raciocínio lógico e coerente de sua razão. Que fique bem claro que a razão e a emoção das pessoas, da maioria pelo menos, não se conhecem, nunca foram apresentadas, cada uma delas vive em seu tempo e  ...
Começando um novo caderno…

  Ponderações, Sem categoria

Começando um novo caderno…

Final de ano me enche de sensações contraditórias, além de cansada, exausta e com a nítida impressão de que os dias estão se arrastando, fico um pouco angustiada tentando fazer um balanço do ano que está acabando, por outro lado começa a me dar uma animação, uma  ansiedade para que comece logo o novo ano. Eu sei, você sabe, o mundo todo sabe, que é só uma mudança no calendário, na folhinha, nada mais que isso, mas a impressão de que teremos uma nova chance, que poderemos tentar de novo é mais forte do que qualquer razão. Você se lembra da felicidade  ...