Ponderações, Sem categoria

Pode se perdoar e continuar…

Não é fácil e nem sei se é para ser, o ato de se perdoar  está entre as tarefas mais complexas, ou como sempre digo por aqui, entre os aprendizados mais difíceis dessa vida.

Acho que a parte mais complicada de se auto perdoar é o começo, onde temos que reconhecer que erramos, que somos falíveis e que tomamos a decisão errada, mesmo que cheios de boas intenções… Como isso é difícil, saber que ferimos ou magoamos alguém e temos que seguir em frente. Você acorda e vai dormir pensando em como fazer para que aquela pessoa o perdoe, o desculpe, o entenda, mas no fundo, no fundo mesmo, quem está bravo e magoado com você é VOCÊ mesmo.

A grande questão é: como você pôde errar? E a resposta é simples, porque você é humano, porque fazer escolhas inclui acerto e erro, porque naquele momento aquilo parecia o mais acertado e suas intenções eram realmente as melhores.

Preste atenção, olhe a sua volta, está cheio de gente por aí enrolada em teias de tristeza, presas na espera do perdão alheio, quando na verdade a única maneira de seguir em frente é olhar para dentro de si mesmo com condescendência, se perdoar do fundo do coração e dar o primeiro passo largo em uma nova direção.

OBS.: O  filme Comer, Rezar e Amar tem uma cena sobre “se perdoar” que eu gosto muito, com direito a Neil Young na trilha! 😉

 

 

Acho que você gostaria de ler também...

2 Comments

  1. Nome Vanda

    24/03/2013 at 13:56

    Belo texto srta Holly. Realmente perdoar é muito difícil, mas, uma vez “limpo’ do sentimento nos tornamos mais leves e felizes.

    1. srtaholly

      24/03/2013 at 14:21

      Merci Srta Vanda, exige um esforço danado e muito auto conhecimento, mas como vc mesma disse trás leveza! bjo

Deixe seu comentário