Yearly Archives:

2014

Antes de acabar…

  Sem categoria

Antes de acabar…

Faltam 111 dias para terminar o ano de 2014. Ele está sendo um ano bom, falta pouco. Ele está sendo um ano ruim, falta muito. O fato é que ainda há tempo suficiente para: ir a praia, tomar sol, molhar o corpo na água salgada e enfiar o pé na areia, fazer uma nova e boa amizade, aprender a preparar uma sobremesa incrível, enviar currículos por aí, olhar sem culpa para o céu e ver nuvens vagarosas passar, mudar a cor e/ou o corte de cabelo, limpar redes sociais de gente que nem interessa tanto assim repensar aquela relação desgastada, entrar em uma aula  ...
Opostos

  Ponderações, Sem categoria

Opostos

Sim os opostos se atraem, mas aí vem o depois, e no depois os opostos se distraem e podem começar a se entediar, se estranhar, se julgar, se menosprezar e, as vezes, até se odiar… Você pode tentar, pode até mesmo se esforçar, mas existem diferenças que nem mesmo o mais hollywoodiano dos amores pode suportar. Essas diferenças são incontáveis e variam como a nossa digital, para cada um a diferença crucial mora em um lugar. É sabido que relacionamentos exigem sacrifício, um certo esforço, dedicação, e ninguém deve ser ingênuo de achar que não, mas  ...
A próxima taça de vinho

  Ponderações

A próxima taça de vinho

Um dia, ela ouviu de um gentil cavalheiro que a convidou para tomar um vinho a seguinte pergunta: Você está sozinha, mas é de corpo e alma? Ela achou aquilo tão engraçado e rindo respondeu que sim, é claro! O problema é que a pergunta foi daquelas que permeiam o pensamento insistentemente, ela já estava há muito tempo sozinha, mas acabou constatando que grande parte dele fora só de corpo, a alma ainda estava comprometida. Isso não teria nada de mais, se não fosse pelo fato de não dar espaço para mais ninguém, verdadeiramente, entrar e ocupar um lugar  ...
Muitas perguntas sem respostas

  Ponderações

Muitas perguntas sem respostas

Tem coisas que ainda quero te contar, sabe como é? Acontece algo que foge ao que é normal, do dia a dia, seja bom ou seja ruim, e lá vem a vontade de dividir com você, pedir sua opinião, ouvir suas considerações. Não sei se é hábito, vício ou costume mas isso cisma em não passar, assim como não passa o frio nos meus pés. Será que com a idade os pés ficam ainda mais gelados? Ouço de tempos em tempos, aquela seleção musical, com algumas pérolas da breguice, que me fazem rir sozinha e às vezes até chorar um pouquinho. Existe alguém que nunca teve uma  ...