Yearly Archives:

2016

Hoje é dia de Olivia

  Ponderações

Hoje é dia de Olivia

Fui presenteada com um filho, um menino, mas não tive o previlégio de ser mãe de menina. Então a vida me presenteou com 3 sobrinhas e para minha diversão meu primeiro presente foi Olivia, que é exatamente como eu na infância, não fisicamente, mas ela fala igual, ri igual, pergunta igual, tudo igual, é como se eu entrasse num túnel do tempo e me assistisse sentada à mesa dando gargalhadas e jogando a cabeça para trás. Olivia tem os olhinhos de jaboticaba sempre brilhantes, curiosos, pergunta tudo, não aceita respostas mais ou menos e tem sempre a  ...
Silêncio necessário

  Ponderações

Silêncio necessário

Somos seres barulhentos, gostamos de estar em meio ao barulho, chegamos em casa ligamos a TV, aumentamos a música, falamos, falamos, falamos. Falamos alto em restaurantes, conversamos em templos, igrejas, hospitais, não nos calamos na escola, nem dentro do elevador. Gostamos de dar nossa opinião, de nos fazer ouvir, contar nossas histórias, falamos, falamos, falamos. Adoramos acompanhar um boa confusão, discussão, seguimos a replíca a tréplica. Não fugimos de um debate, dedo em riste, rosto vermelho e falamos, falamos, falamos. Tanto barulho externo  ...
Me ajuda a te ajudar

  Ponderações

Me ajuda a te ajudar

Dia desses um senhor no supermercado me ofereceu ajuda com as minhas compras, eu disse que não precisava, que estou acostumada. Estou mesmo acostumada a carregar peso sozinha, mas não precisa.  Ele estava ali disposto a me ajudar e eu fiquei envergonhada de aceitar a ajuda. Dia desses ofereci carona a uma pessoa que fez um curso comigo, eram 10 horas da noite, mas ela disse que não queria me incomodar e pegaria um táxi. Eu insisti, ela disse que não queria me dar trabalho, eu disse que não sairia tanto do meu trajeto e que quem iria fazer força era o  ...
Os sinais

  Ponderações

Os sinais

Eu observo os sinais como nunca havia observado, a vida é cheia deles. Não sei exatamente de onde eles vêm, se é a própria vida a falar conosco, nossos anjos, a fonte, o criador, realmente não sei, mas há algo que nos envia sinais. Eles vem em forma de coincidência, sincronicidade, encontros, desencontros, esbarrões, enganos, palavras, gestos. Vale música tocando no rádio, texto de revista antiga ou compartilhado pela tia no Facebook, mas é certo que eles vêm. Nem todos os sinais são para todos os ouvidos ou para todos os olhos, um elefante já  ...